O 1º de Dezembro é uma data marcante na História de Portugal, celebrando a Restauração da Independência Nacional. Em 1640, após sessenta anos de insidioso domínio espanhol, a coroa portuguesa foi restaurada e D. João IV foi proclamado rei, marcando o retorno da autonomia e da soberania de Portugal. Logo a 6 de Dezembro anunciada a notícia em Olivença, de novo e como sempre, os oliventinos saudando a liberdade reconquistada aclamaram o seu Rei e fizeram respeitar a divisa que lhe fora outorgada pelos Reis de Portugal: NOBRE, LEAL E NOTÁVEL VILA DE OLIVENÇA! Por isso apelamos à participação nas cerimónias do 1º de Dezembro.

Hoje, esta data, simboliza a resistência do povo português contra a subjugação estrangeira e a sua luta pela independência. Ao longo dos séculos, esta data tem sido lembrada como um momento crucial na construção da identidade nacional, representando a resiliência e a determinação do povo português em preservar a sua cultura, língua e autonomia.

Hoje, ocupada militarmente por Espanha em 1801 e mantida desde então sob o seu domínio, Olivença não pode comemorar, com os demais portugueses, a sua Portugalidade. Todavia, assim como os oliventinos não esquecem Portugal, também Portugal não esquece e não pode esquecer Olivença! Os oliventinos precisam da sua Pátria e a usurpação de Olivença, contra a História, a cultura, a moral e o direito, impõe aos Portugueses e, em particular, aos responsáveis políticos e ao Estado, que sustentem efectivamente a retrocessão daquela parcela de Portugal. Apesar da violência, do silêncio, da indignidade, Olivença permanece terra portuguesa!

Para projectar essa data para o futuro, é fundamental reflectir sobre os valores que ela representa e como podem ser aplicados nos desafios contemporâneos. A independência não é apenas uma conquista histórica, mas um compromisso contínuo com a liberdade, a justiça e o desenvolvimento de um povo que se fez e se quer livre.

Participação nas cerimónias do 1º de Dezembro

Como no passado, o Grupo dos Amigos de Olivença, marcará presença nas cerimónias evocativas do dia da Restauração de Independência, depondo uma coroa de flores na base do Monumento aos Restauradores prestando-lhes homenagem, mas recordando também os homens e as mulheres que em Olivença, numa praça de fronteira, ao longo de 28 anos redimiram Portugal com o seu sangue. O Grupo dos Amigos de Olivença convida todos os seus associados e amigos a se juntarem à sua comitiva às 9 horas do dia 1 de Dezembro em frente à Casa do Alentejo, na Rua das Portas de Santo Antão, dali saindo para marcar presença nas cerimónias.

Com as nossas bandeiras faremos lembrar que OLIVENÇA é TERRA PORTUGUESA!

Grupo dos Amigos de Olivença

    Subscreva  a  Newsletter.  Registe  o  seu  apoio!

    Receba um alerta sempre que se publique um novo comunicado.

        
    Ao clicar em Enviar aceito a Política de Privacidade e autorizo a recolha dos meus dados para o envio de comunicações da Alternativa Portugal.

    <a href="javascript:history.back()">VOLTAR</a>